quarta-feira, maio 30, 2007

VIAGEM AO PORTUGAL PROFUNDO

Um dos pontos altos dos nossos planos anuais de Bê, Cê e Gê tem sido sem dúvida a participação na Travessia de Portugal.
Para nós, esta façanha começou em 2004 em Bragança, na 6ª travessia organizada pela CicloNatur, com o “dedo” do António Malvar.
Cedo se aperceberam os restantes participantes, das potencialidades do nosso team. Raros foram aqueles que conseguiram acompanhar o nosso ritmo. Fomos sempre liderados pela Berta Assunção, nossa guia a quem agradecemos do fundo do coração o grande espírito de sacrifício e tolerância em nos aturar. Ficamos conhecidos como o “Team Elite”…
Atravessamos o país à razão de 4 ou 5 etapas por ano. Não somos ricos….
O espírito da travessia é o de uma viagem por esse Portugal profundo que poucos conhecem, pelo menos com tantas dores de “fundo”.
É realmente delicioso ver, com uma perspectiva esférica a lenta metamorfose da paisagem ao longo destes 1200Km. O percurso faz-se em grande parte junto à raia, inflectindo nas últimas etapas para a costa vicentina em direcção a Sagres, “onde a terra acaba e o mar começa”. Na realidade acabamos com um retemperante banho de mar em ambiente de apoteose final.
A estadia é feita em instalações hoteleiras de vária índole, desde a camarata em Vila Velha de Ródão até às confortáveis Pousadas de Almeida e Santa Clara. Ficou também a memória das especialidades gastronómicas que fomos experimentando, desde a Posta Mirandesa da Gabriela em Sendim, ao Buffet livre da Pousada de Santa Clara, passando pelas sardinhas assadas e febras de porco preto no churrasco a que fomos obrigados recorrer em Póvoa e Meadas, dado que o pelotão da PRO’s tinha esgotado o stock de sandes do café local.
Interessante foi a influência do aparecimento dos GPS no espírito dos participantes. Em 2004, praticamente só os guias possuíam esses dispositivos milagrosos. Como resultado, tinha-se grupos coesos, conversadores e mais preocupados com o paradeiro de eventuais companheiros/as perdidos. Hoje em dia anda-se muito mais em autonomia, o que no nosso entender é menos positivo.
Enfim, este é um dos eventos que qualquer amante dos “veículos movidos a paixão” deve experimentar para dar largas ao prazer de viajar.
Experimentem!
P’ró ano há mais!...

Text by: Pedro Sampaio

Para ver as fotografias da travessia, clique aqui

11 Comentários:

Anonymous Rui Canyonista disse...

Ora boas pessoal!
Foi sem dúvida alguma uma experiência a repetir!
Muitas paisagens espectaculares e sempre diferentes, muito btt, muitas subidas, muitas descidas, enfim, de tudo!!!
Foram sem dúvida 300 Km de muito e bom BTT!
Para o ano há mais!!!
Parabéns aos diplomados, Pedro, Fino e Manela!

Beijos e abraços
Rui, um dos Canyonistas da travessia

P.S. Aos M.Cyclistas:
Nesta travessia: Canyon = 3, M.Cycle = 0... :p

5/30/2007 5:13 da tarde  
Anonymous manela disse...

Rui, acho que o pessoal anda distraído!!! Ou então os M.Cycles afinal não são assim tantos quanto isso!
Gostava de ler aqui tb os comentários dos Tejavista!

Boas pedaladas.

Manela

6/01/2007 10:15 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Oh , Dª Menuela e Sr; Rui os M. Cycles já são prá ai 12 no minimo lebais pra ai um puto duma abada de 12 a 3 ... e mais não digo ... Mais uma vez parabens a todos que completaram a travessia ... See you soon .. Cruz

6/01/2007 12:29 da tarde  
Anonymous Miguel K2 Sampaio disse...

Olhem cá uma coisa, por acaso nessas ditas coisas chamadas montanhas cicles, sabem qual é a direcção de rotação dos pneus? Não estarão a montar isso ao contrário!!!
Miguel K2 Sampaio

6/01/2007 1:08 da tarde  
Anonymous manela disse...

Já vos disse, single speed, e deixem-se de tretas. Aí é que se vê quem é que tem ... força nas pernas. Manela

6/01/2007 3:03 da tarde  
Anonymous Miguel K2 Sampaio disse...

Ó Drª
Eles nem pernas têm para as "montanhas cicles" quanto mais para as SS.

6/01/2007 6:43 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Voces os 2 devem querer letra ou dança , se for dança é á Terça -feira apartir das 22h00 na academia de Musica Vilar do Paraiso ... se for Letra aos Domingos de manha para quem tiver força nas pernas.... beijos amores... CRUZ

6/01/2007 11:13 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Viva,

É de se lhes tirar o chapéu!!

As fotos estão muito elucidativas.

Os meus parabens!

Abraço,

José Rodrigues

6/03/2007 11:35 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Caros amigos

Isto é que vai uma aqui uma conversa... amigo Cruz deixa o pessoal falar quanto mais falam mais depressa caiem, não viste o que me aconteceu eu falava falava e olha pimba, o que é certo é que a burra papa tudo, com pneus ao contrario ou até mesmo sem pneus é sempre a andar...

Filipe Sampaio uma M.Cycle é que te ficava a matar depois levas a minha para curtires uns saltinhos:)

6/05/2007 10:02 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Filipe Ferreira

6/05/2007 10:03 da tarde  
Anonymous Blogueiro disse...

Qual M.Cycle qual Canyon! Nada melhor que uma Marin semi-rígida com um gps do papá para disfrutar de um belo passeio ! :)

Tenho mesmo que experimentar a tua nova aquisição, porque também já vi a fotografia do "voo magistral" em Sernada. Pode ser que o Pai Natal me observe e me decida premiar com uma igual :D

Um abraço
Filpe "Blogueiro" Sampaio

6/06/2007 12:20 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial