segunda-feira, março 19, 2007

Melres V

Há já algum tempo que este blog não mexia, situação justificada por afazeres e actividades várias dos elementos do grupo.
Neste domingo, tirando partido do tempo primaveril que se tem feito sentir, resolveu-se voltar a fazer o MELRES V, designação dada a um dos melhores passeios do nosso arquivo GPSeeiro.
Saímos do parque de estacionamento perto da marina situada a montante da barragem de Lever/Crestuma, parando logo de seguida no café Tomás para o “cimbalino” matinal, enquanto esperávamos por alguns confrrrades atrrrrasados…

Avançamos para o monte por uma subidita em empedrado que nos colocou os “motores” quentinhos para os cerca de 22Km que nos esperavam. Entramos na estrada 615 no lugar de Canas, seguindo para norte, tendo a Serra das Flores ao nosso lado direito. Esta opção permite-nos ganhar altitude rolando em piso bom para depois descermos em estradões suficientemente maus para serem mostrados os dotes técnicos das montadas e perícia dos “cavaleiros”.
Um ligeiro desentendimento, levou a que o grupo da frente continuasse a subir como quem fosse para a Serra das Flores na versão MELRES IV. Tirando partido dos meios de intercomunicação disponíveis, foi possível reunir o grupo já na descida para Covelo. Nova alteração involuntária ao percurso planeado fez com que o acesso à estrada fosse feito por lamaçais bastante técnicos, tendo o Nelson visto a cor da lama bem de perto!….
Junto á ponte sobre o Sousa paramos no Café Praia Rio, implantado num local de grande beleza, onde aproveitamos para “meter lenham para a caldeira”.
Seguiu-se uma das partes mais bonitas do passeio, por um caminho que acompanha o Rio Sousa naquilo que parece ter sido uma linha de caminho de ferro que servia as minas do Monte Alto ou do Covelo. O acesso à foz do Rio Ferreira faz-se via lugar de Nadais, ponto mais a norte deste passeio, por um caminho bastante técnico que segue a Ribeira de Fontão, este ano com bastante água.
Na chegada à Foz do Ferreira, aproveitamos para tirar fotografias de grupo, ouvindo-se aqui e ali os toques dos telemóveis que indicavam que se ia fazendo tempo para regressar a casa. Houve até quem tivesse levado nas “orrrrelhas”!!!…
O percurso de cota na margem sul do Sousa fazia antever que o trajecto para o ponto de partida ia ser complicado. O calor apertava, os bidões começavam a ficar secos, já se falava de rojões e bacalhau, as subidas eram demolidoras. O ânimo começava a baixar.

Finalmente a descida para a marina! Em ritmo vivo perante o olhar admirado das populações locais lá chegamos ao rio Douro.
Tempo excepcional, passeio agradável e a boa disposição destes 16 confrades, fizeram deste passeio algo para mais tarde recordar.

Benha o próximo!!!

Text by: Pedro Sampaio
Photos by:João Sampaio

1 Comentários:

Anonymous Carlos David disse...

Este Melres V é um verdadeiro espectáculo de passeio. Temos é que retraçar a parte final que tem muitas subidas desnecessárias para terminar com um gozo ligeiro de descida por estrada...
Sugiro que dediquemos já o próximo passeio para essa prospecção.
Isto quer dizer, Vice, que tens trabalhinho de secretária pela frente...
Para mim, a frase do passeio foi sem dúvida da autoria do Vitor Borges e imediata e oportunamente evidenciada pelo Pedro Sampaio:
- " Já vou levar nas orrrelhas "...
- " nas ORRRRELHAS??? " diz o Pedro, éh,éh.
Não posso deixar em branco a visita do nosso confrade Paulo David, veterano nestas andanças que muito nos honra com a sua presença.
Anda sempre que queiras, Paulinho!!!
Agora toca a deixar comentários no blog, pessoal.
Abraços para todos.
P.S. - Estamos aí a preparar uma surpresa que vai ser de lamber os beiços...

3/25/2007 10:14 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial